quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Coração e boca



Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. ROMANOS 10.10

É sempre com o coração que o homem crê e, com a boca, confessa. Quando você crê em alguma coisa com seu coração e a confessa com sua boca, ela se torna real. As confissões da fé criam realidades!
Por exemplo, Hebreus 9.12 declara: Nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção. Jesus nunca mais terá de fazer isso, pois já o fez uma vez. Romanos 10.10 nos informa como obtemos a realidade da salvação: crendo com o coração - com o homem interior - e confessando com a boca.
Quando você lê em textos bíblicos as seguintes expressões: em Cristo, nEle, em quem, talvez não pareça que você real­mente possui aquilo que os textos afirmam. Mas se começar a confessar (porque você realmente crê de coração na Palavra de Deus): "Isso é meu. E isso quem sou. É isso que possuo", então, tudo se tornará real para você. Já é real na dimensão espiritual, no entanto, você almeja que se torne realidade na dimensão física.

Confissão: "Com meu coração, creio na Palavra de Deus. Com minha boca faço confissão das Suas promessas e provisões. Minhas confissões pela fé criam a realidade das promessas e provisões na minha vida. Eu sou quem Deus diz que sou. Agora, possuo aquilo que Deus declara ser meu. Agora!"