domingo, 30 de abril de 2017

Fruto da oração


Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito. Nisto é glorificado meu Pai: que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos. JOÃO 15.7,8
Se vós estiverdes em mim. Se nascermos de novo, real­mente permaneceremos em Cristo. Se Jesus tivesse falado apenas isso, teríamos tudo pronto, mas Jesus acrescentou: E as minhas palavras estiverem em vós.
As palavras de Jesus permanecem em nós, à medida que governam a nossa vida, à medida que agimos à altura delas.
Se as palavras de Jesus estiverem em nós, forçosamente teremos fé, pois a Bíblia diz: A fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus (Rm 10.17). Seria impossível as palavras de Jesus permanecerem em alguma pessoa, se ela não tivesse fé!
A incredulidade ou dúvida é o resultado do desconheci­mento da Palavra de Deus. Se vivermos a Palavra, então, no momento em que orarmos, a Palavra habitará em nós tão ricamente que será a Palavra de Jesus em nossos lábios. Será como se as palavras do Pai estivessem nos lábios do Seu Filho.
Confissão: "Permaneço em Cristo, e Suas palavras permanecem em mim. Oculto as palavras do Senhor no meu coração. Creio nelas. Quando oro, a Palavra que habita em meu coração torna-Se a Palavra de Deus nos meus lábios e não poderá voltar vazia para o Pai. Ela realizará aquilo que promete!"