terça-feira, 27 de junho de 2017

Vida milagrosa

Porque, noutro tempo, éreis trevas, mas, agora, sois luz no Senhor; andai como filhos da luz. EFÉSIOS 5.8

O maior milagre que já vi, no que diz respeito ao modo como a vida eterna pode agir em nossa mente, aconteceu com uma moça, a qual chamarei de Maria neste devocional. Ela havia passado sete anos na primeira série sem ao menos aprender a escrever seu nome. Quando Maria estava com 14 anos, a direção do colégio pediu aos pais dela que a tirassem da escola.
Aos 18 anos, Maria ainda se comportava como uma cri­ança de dois anos. Se, porventura, sua mãe não se sentasse perto dela no culto, engatinhava ou deslizava por debaixo dos bancos da igreja, ou erguia a saia para passar por cima deles, a fim de chegar aonde ela estava.
Certa noite, porém, durante uma reunião evangelística e de avivamento, Maria foi à frente. Ali, recebeu a vida eterna, a natureza de Deus. Uma transformação drástica ocorreu imediatamente. Logo na noite seguinte, sentou-se no culto e se comportou como qualquer senhorita de 18 anos. Penteara os cabelos e se arrumara. Ela parecia ter amadurecido da noite para o dia.
Pouco depois, viajou para visitar alguns parentes. Conheceu um jovem, o qual era vizinho dos seus familiares, e se casou com ele. Muitos anos mais tarde, fiquei sabendo que ela, depois da morte acidental do marido, tornara-se uma próspera mulher de negócios e que, como empreiteira, financiara e estivera à frente da projeção de um novo bairro, na cidade onde morava.


Confissão: "Ando como um filho da luz; andarei na luz da vida".