sábado, 18 de fevereiro de 2017

O caminho melhor



[...] o amor [o amor de Deus em nós] não insiste nos seus próprios direitos nem na sua própria vontade, porque não procura os seus próprios interesses [...] 1 CORÍNTIOS 13.5 (AB)

Dedique tempo para deixar o texto de hoje penetrar no seu coração.
Um número demasiadamente grande de pessoas preferiria dizer: "Mesmo assim, eu sei o que me pertence. Já tenho os meus direitos e vou exercê-los". As pessoas insistem em impor a própria vontade por mais que suas ações prejudiquem o próximo.
Eu era solteiro e tinha 20 anos quando pastoreei a minha segunda igreja. Morava em um quarto alugado na casa de um casal da igreja. O chefe da família conhecia a Bíblia e tivera uma experiência maravilhosa com Deus. No entanto, era do tipo de pessoa que dizia: "Tenho o meu direito de falar e vou exercê-lo. Sou membro daquela igreja tanto quanto os outros e darei a minha opinião". Realmente, ele aproveitou seu direito de "dar palpite", e os outros membros da igreja deram os seus até arruinarem a igreja.
O texto em estudo afirma que o amor não insiste nos seus próprios direitos. Comece a crer em Deus e no amor. E o caminho melhor; é o caminho para você!

Confissão: "Creio em Deus e no amor. Sou uma pessoa do amor. Não insisto nos meus direitos, não imponho a minha vontade nem busco meus interesses. Sou uma pessoa de Deus que tem o amor".