segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Conhecidos pelo nosso amor



Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. JOÃO 13.35

Como o mundo nos reconhecerá? Pelo nosso amor - amor divino. Por esse amor altruísta. Deus amou [...] de tal maneira que deu o seu Filho unigênito 0o 3.16a).
Ora, esse não é o amor humano, pois é egoísta. Na vida corriqueira, até mesmo o amor de mãe é um amor humano: "Esse é o meu nenê!"
No entanto, se nos deixássemos dominar pelo amor divino, que é derramado em nosso coração, haveria uma diferença real em nossa vida. Esse amor curaria os problemas que há nos lares. O amor humano pode transformar-se em ódio quando não consegue impor a sua vontade. Ele luta e briga, arranha e soca, xinga e é maldoso. O amor divino, quando ultrajado, não revida com ultraje. O amor de Deus não se interessa por aquilo que se pode conseguir, mas por aquilo que se pode dar. Você percebe como isso pode solucionar todos os problemas no seu lar?
Como filhos de Deus, temos a natureza divina - a natureza de Deus é o amor. Portanto, é natural que o amor esteja em nosso espírito e coração. Se, porém, deixarmos o homem exterior e a mente terem domínio sobre nós, a natureza do amor será mantida prisioneira em nosso coração. Libere­mos o amor de Deus que está dentro de nós!

Confissão: "O mundo me reconhecerá pelo meu amor. Liberarei a natu­reza amorosa que há dentro de mim!"