quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Juntando as forças

Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes, o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? ROMANOS 8.31,32

Você deve apresentar-se como um vario aprovado para anunciar o plano divino para a redenção do mundo. Deus quer usá-lo em Sua obra, mas você nada poderá fazer sem Ele. Foi essa uma das razões por que Jesus nos deu a ilustração da videira e dos ramos (Jo 15.5). Estes últimos não poderão viver sem a videira.
Nosso texto de hoje faz parte da conclusão dos oito primeiros capítulos de Romanos. E esse trecho nos demonstra a união total entre Deus Pai e os Seus filhos. Mostra-nos a perfeita comunhão e cooperação que os filhos de Deus desfrutam com seu Pai celestial. Demonstra o domínio que os filhos de Deus exercem sobre as forças das trevas e das circunstâncias. E Deus leva esse trecho ao ponto culminante com o versículo 37: Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
Deus está trabalhando ativamente em seu favor. Ele está defendendo você. O Eterno está suprindo todas as suas neces­sidades. Do tesouro da Sua graça abundante, Ele está dando a você Sua sabedoria e sua capacidade!


Confissão: "Deus é por mim; quem poderá ser contra mim? Estou em união com meu Pai! Ele defende a minha causa. Ele supre as minhas necessidades. Tenho comunhão com Ele!"