quarta-feira, 29 de março de 2017

Poder da ressurreição



Para conhecê-lo, e a virtude da sua ressurreição [...] FILIPENSES 3.10



Em Efésios, Paulo realmente estava orando para que a Igreja recebesse conhecimento pela revelação das coisas espirituais. Se você tem orado de acordo com Efésios em seu próprio favor, conforme sugeri, você entenderá que Paulo queria que os cristãos de Éfeso conhecessem:



[...] a sobreexcelente grandeza do seu poder sobre nós, os que cremos, segundo a operação da força do seu poder, que manifestou em Cristo, ressuscitando-o dos mortos e pondo-o a sua direita nos céus, acima de todo principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro. EFÉSIOS 1.19-21



Houve tamanha manifestação da onipotência divina ao ressuscitar Jesus dentre os mortos, que realmente foi a mais poderosa operação de Deus! E Deus quer que saibamos o que aconteceu nessa ocasião.

Todas as potestades do ar opunham-se à ressurreição. Essas forças malignas fizeram o máximo para derrotar o plano de Deus. Mas esses poderes foram derrotados pelo nosso Senhor Jesus Cristo, e Ele foi entronizado muito acima deles e reina com a autoridade do Altíssimo. Logo, a fonte originária da nossa autoridade acha-se nessa ressurreição de Cristo por Deus, que O entronizou com Ele na glória.



Confissão: "O poder que ressuscitou Jesus dentre os mortos é o mesmo que está por detrás da minha autoridade!"