terça-feira, 7 de março de 2017

Palavras que curam


Resultado de imagem para Palavras que curam


Há alguns cujas palavras são como pontas de espada, mas a língua dos sábios é saúde. PROVÉRBIOS 12.18

Aprendi o segredo das palavras; das palavras da fé, em meu leito de enfermidade, onde passei 16 meses desenganado por cinco médicos.
Em um certo dia de agosto, em 1934, enquanto eu jazia naquele leito, coloquei em prática Marcos 11.23,24 e falei! Palavras foram ditas!
Eu disse: "Creio que recebo a cura para o coração defor­mado. Creio que recebo a cura da doença incurável no sangue. Creio que recebo a cura da paralisia. Creio que recebo a cura desde o topo da minha cabeça até às plantas de meus pés". Na mesma hora, eu já estava em pé ao lado da cama, curado!
Desde aquela ocasião, já se passaram 50 anos, e nunca mais sofri sequer uma dor de cabeça. E não vou mais ter dor de cabeça. Mas, se eu tivesse, não ficaria dizendo que minha cabeça está doendo. Por que não? Porque Jesus disse: tudo o que disser lhe será feito. Se eu estivesse com dor de cabeça e alguém me perguntasse: "Como você se sente?" Eu responderia: "Estou muito bem, obrigado. Veja bem: a Palavra de Deus garante que pelas Suas pisaduras [de Jesus] estou sarado. Logo, creio que estou curado. É o que diz a Palavra de Deus". Eu falaria as palavras certas, porque a língua dos sábios é saúde!

Confissão: "A minha língua é saúde. Minha língua profere palavras de vida e saúde. Falo sobre saúde. Logo, sou saudável".