quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

O DESCENDENTE

Senhor criou uma coisa nova na terra: uma mulher cercará um varão. JEREMIAS 31.22

Adão foi criado. O restante da humanidade foi gerado pelos processos naturais. Se Jesus tivesse nascido da geração natural, Ele teria sido um espírito caído.
Paulo, em sua Carta aos Romanos 5.12, adverte-nos: Pelo que, como por um homem [Adão] entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram.
O homem está sujeito à morte; ao diabo. Logo, a descen­dência do homem consiste em outros homens caídos.
Por isso, o Redentor não poderia estar submetido à morte. O Descendente Prometido necessitaria ser alguém sobre quem o diabo não teria direitos nem autoridade legais. Necessitaria vir à luz por um ato especial do poder divino. Teria de ser concebido pelo Espírito Santo!
As palavras ditas por Deus, através do profeta Isaías [eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho], devem ser traduzidas literalmente: "Uma virgem desenvolverá em seu ventre um filho varão". O ventre da virgem era simplesmente o receptáculo do Descendente Santo até que Ele viesse à luz.

Confissão: "Obrigado, Pai, por Teu grande plano da redenção. Estou tão contente, porque criaste uma coisa nova na Terra. Estou tão feliz, porque enviaste o Descendente Divino pra nos redimir".