sábado, 9 de dezembro de 2017

COROADO DE GLÓRIA

Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste; que é o homem mortal para que te lembres dele? E o filho do homem, para que o visites? Contudo, pouco menor o fizeste do que os anjos e de glória e de honra o coroaste. Fazes com que ele tenha domínio sobre as obras das tuas mãos. SALMO 8.3-6

Deus não criou o homem para a morte! A morte, o pecado, a enfermidade, o ódio, a vingança e todas as tragédias desse tipo refletem condições na Terra, as quais não faziam parte do plano original do Criador. Pelo contrário, o homem foi criado para a alegria, felicidade e paz!
O homem foi feito para ter a comunhão eterna com Deus. Foi criado à própria imagem e semelhança de Deus (Gn 1.26,27). Foi criado para a glória de Deus (Ap 4.11).
Deus deu ao homem uma posição imediatamente inferior à posição dEle na Sua criação, com domínio sobre o universo (Sl 8.3-6; Gn 1.26-28). Adão era senhor de si mesmo, da criação e de Satanás. Adão não era obrigado a sucumbir ao pecado; ele teve a escolha.

Confissão: "Farei aquilo para que fui criado: terei comunhão com Deus. Vou glorificá-Lo. A Bíblia nos ensina que, sem fé, é impossível agradar a Deus (Hb 11.6 ARA). Portanto, terei fé. Não serei dominado pelo pecado, pela enfermidade, pelo medo, pela dúvida, ou por qualquer outra coisa do diabo. Opto por andar com Deus".