quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

LONGEVIDADE

Porque a mim se apegou com amor [...] saciá-lo-ei com longevidade [...] SALMO 91.14,16 (ARA)

Alguém me disse: "Irmão Hagin, conheci um pastor que era um maravilhoso homem de Deus e morreu com 42 anos de idade".
Isso não significa que eu preciso morrer jovem. Não sei em que aquele pastor acreditava, mas sei em que eu acredito. Eu sei que o Deus mais do que suficiente disse: Saciá-lo-ei com longevidade (Si 91.16 ARA).
Outra pessoa poderá dizer: "Isso significa simplesmente que viveremos para sempre no céu". Não, mesmo os pecadores viverão para sempre. Viverão em um lugar, e nós viveremos em outro. O texto bíblico se refere à benção de desfrutarmos da longevidade aqui na Terra.
Uma leitura de Provérbios revela que a Palavra de Deus ensina que praticar o correto prolongará a nossa vida, mas fazer o mal encurtará a nossa vida.
O texto de Efésios 6.1-3 instrui a criança a honrar seus pais para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra.
Pedro confirmou os Salmos, garantindo-nos que as promessas contidas neles nos pertencem. Leia 1 Pedro 3.10 e Salmo 34.12.
A duração de vida que nos é prometida é de 70 ou 80 anos (Si 90.10). Mas nada de meio-termo. Não aceite nada menos do que isso. E creia em Deus para receber essa bên­ção plena!

Confissão: "Porque me apeguei a Deus com amor, El Shaddai me saciará com longevidade. A não ser que o Senhor Jesus Cristo volte antes de eu morrer, viverei a plenitude dos meus anos, servindo a Deus. Viverei e trabalharei juntamente com Deus, cumprindo a Sua vontade na Terra".


Kenneth E. Hagin
Alimento da Fé - Devocionais