segunda-feira, 31 de julho de 2017

Andar no Espírito

Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito. ROMANOS 8.1

A consciência é a voz do espírito humano.
A razão é a voz da alma, ou da mente.
A sensação é a voz do corpo.

O Espírito Santo não testifica com nossas sensações. O Espírito Santo testifica com o nosso espírito.
Tenho muito cuidado com o emprego da palavra sentir. Quando percebemos a presença de Deus no culto, há quem diga: "eu a senti". Mas realmente não temos sensação física, e sim, a percepção espiritual. Portanto, procuro distinguir entre o sentir físico e o sentir espiritual, porque as pessoas, facilmente, deslizam para a dimensão das sensações. Quando se sentem bem, dizem: "Glória a Deus! Aleluia! Estou salvo! Estou cheio do Espírito! Tudo vai muito bem!" Quando, porém, sentem-se mal, fazem uma careta e dizem: "Perdi tudo. Não tenho a mesma sensação que tinha, devo estar desviado".
Se nos guiarmos pelas sensações, vamos meter-nos em encrencas. Por isso, tantos cristãos vivem em altos e baixos, ora estão dentro, ora fora (chamo-os de "cristãos iô-iô"). Esses não andam segundo seu espírito. Não andam pela fé. Andam segundo as sensações.


Confissão: "Não ando segundo a carne, mas segundo o espírito. Não sigo as sensações. Não sigo a razão. Sigo a voz do meu espírito, a minha consciência!"